[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 20 de junho de 2018

Preço da soja despenca nos EUA:

Com guerra comercial, mercados estão cada vez mais “descrentes” sobre o escoamento.

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (19.06) uma baixa de 19,50 centavos de Dólar no contrato de Julho/18, fechando em US$ 8,89 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações de 19,50 até 20,50 pontos.

Após ensaiar uma recuperação na abertura da semana, o mercado norte-americano da soja voltou a cair forte nos principais contratos futuros. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, com a segunda fase da implantação de sanções de lado a lado na disputa comercial entre China e EUA, os mercados estão cada vez mais “descrentes” sobre o escoamento dos produtos do seu complexo de soja para a próxima temporada, enquanto os fundos vão cada vez menos “comprados”.

Para a Consultoria AgResource, o pânico tomou a sessão de ontem na CBOT: “O presi­dente estadunidense, Donald Trump, ameaçou a implemen­tação de um novo plano tarifário de US$ 200 bi sobre produtos de origem chinesa, na noite de ontem, dia 18. Em contrapartida, assim como a ARC vem alertado dia-após-dia, o Governo da China não fi­cou de braços-cruzados, ameaçando novas medidas retaliatórias, caso qualquer nova decisão de Trump afete o comércio entre tais países”.

“Em resposta às ameaças política-comerciais, a especulação pressionou as cotações de soja em Chicago para o menor nível dos últimos 2 anos. Quando observamos o gráfico da soja-julho, é claro a presença da tendência de queda desde o início de tais embates. Alguns indicadores técnicos das cotações sugerem a reversão desta direção dos preços, no entanto a ARC lembra que nenhum fundamento ou ponto técni­co do Mercado tem sido levado em consideração. No atual momen­to, a Guerra Comercial é o único sinalizador especulativo dos preços”, concluem os analistas da ARC.

AGRO LINK