[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 6 de novembro de 2017

Soja cai com Dólar em alta:

Pressão veio da alta do Dólar frente a outras moedas.

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (03.11) baixa de 12,50 centavos de Dólar no contrato de Janeiro/18, fechando em US$ 9,8675 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 12,00 e 12,50 pontos.

O mercado norte-americano fechou a semana com perdas nas principais cotações dos futuros, revertendo os ganhos registrados nos dias anteriores que tocaram o patamar dos US$ 10 por bushel. A pressão veio da alta do Dólar frente a outras moedas – especialmente o Real, o que levou compradores internacionais a buscarem a oleaginosa na América do Sul.

 “A CBOT fechou no vermelho para a maioria das commodities agrícolas. Fundos desencadearam vendas logo após a abertura matutina do Mercado, 8:30h Chicago (11:30h Brasília). O movimento pré-relatório do USDA deverá continuar na sessão de segunda-feira. Logo após as cotações deverão se estabilizar até a publicação das estimativas atualizadas do USDA, na quinta-feira dia 9. A AgResource (ARC) espera que reduções de produtividade da soja norte-americana sejam observadas no próximo relatório”, aponta a Consultoria AgResource.
 Os analistas apontam que esta reta final de colheita no Cinturão Agrícola tem mostrado resultados decepcionantes: “O cenário climático para os principais estágios de reprodução da soja em várias partes do país, não foi tão benéfico. Produtores do Norte e Oeste do Cinturão relatam produtividades de 15-25% abaixo dos números de 2016, principalmente para as áreas colhidas desde o fim de setembro. O relatório de posições de fundos especulativos publicados na tarde de hoje trouxe uma redução de 9 mil posições líquidas na soja, agora totalizando 40 mil posições compradas”.