[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 16 de novembro de 2017

Preço da soja em baixa no Brasil:

Padrão climático previsto para o fim de novembro continua bastante favorável.

As cotações da soja tiveram um dia de queda de preços no mercado físico brasileiro na última terça-feira (14.11), uma vez que não houve movimentação comercial no feriado de 15 de Novembro (Proclamação da República). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 54,13 em Sorriso (Mato Grosso). A cotação significou uma baixa de 0,35% sobre os R$ 54,32 oferecidos na última avaliação.

Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível manteve o valor de R$ 74,50, o que representou uma estabilidade em relação à cotação anterior (13.11). Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).

 FUNDAMENTOS;
 “O padrão climático previsto para o fim de novembro continua bastante favorável com rodadas regulares de precipitações de 40-70mm previstos para quase todo o Brasil. Nos próximos 5 dias, as chuvas deverão se concentrar no oeste do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Já a partir do dia 20 deste mês, as chuvas se deslocam para as demais regiões sojicultoras do país”, afirma a Consultoria AgResource.
 No entanto, os mapas climáticos da agência meteorológica independente ECMWF apontam que os estes mesmos índices pluviométricos cobrindo o estado de Goiás, Minas Gerais, Tocantins, partes do oeste da Bahia e sul do Pará:
“No geral, o cenário meteorológico é bastante benéfico ao progresso do plantio e para as condições de desenvolvimento iniciais da oleaginosa. Na Argentina, as chuvas continuam escassas, com um padrão preocupante neste mesmo período. Precipitações de 20-40 mm são necessárias no centro do país até dezembro para manter o bom desenvolvimento vegetal”.