[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 9 de novembro de 2017

Plantas daninhas: milho voluntário pode reduzir a produtividade da soja:

Plantas daninhas são um grande problema para os produtores. O agricultor que adotou o sistema de produção em que planta a soja seguida do milho safrinha poderá ter um desafio na safra 2017/2018, que é lidar com o milho voluntário. No processo de colheita é normal a perda de grãos, que podem originar as chamadas plantas voluntárias. Isso significa que a sobra de grãos do cultivo passado podem germinar na safra atual. Porém, essas plantas de milho são indesejadas e se comportam como plantas daninhas na lavoura de soja, competindo igualmente por água, luz e nutrientes.

Prejuízos;

De acordo com informações da Bayer, uma planta de milho voluntário por metro quadrado pode comprometer 29,8% da produtividade da soja. “Essa perda de produtividade na maioria das vezes não é medida, já que outros fatores como doenças e pragas podem ser elencados e colocados como relevância maior”, afirma André Angonese, consultor de Desenvolvimento de Mercado da Bayer.

Manejo adequado;

De acordo com Angonese, devido à estiagem no período de inverno, as plantas daninhas remanescentes do cultivo de milho foram mais difíceis de controlar e muitas brotaram dentro do cultivo da soja na safra atual. Por isso, é importante que o sojicultor redobre os cuidados na lavoura de soja e faça uso de herbicidas graminicidas pós-emergentes que contribuam para o manejo adequado.

NOTÍCIAS AGRÍCOLAS