[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 4 de julho de 2017

Reunião de Pesquisa de Soja reúne 500 participantes da cadeia produtiva da soja:

A Reunião de Pesquisa de Soja conta com palestras e painéis sobre temas relacionados aos sistemas de produção em que a soja é produzida; relatos sobre o comportamento da cultura da soja por região e apresentação de trabalhos técnico-científicos nas comissões técnicas.

Reunião de Pesquisa de Soja reúne 500 participantes da cadeia produtiva da soja

Durante a sessão de abertura da Reunião de Pesquisa Soja (RPS), realizada dia 28, no Hotel Sumatra, em Londrina, foi lançada a metodologia de Diagnóstico Rápido da Estrutura do Solo (DRES) e a publicação “Caracterização e Manejo de Amaranthus Palmeri”, de autoria de Dionísio Luiz Pisa Gazziero (Embrapa Soja) e Alexandre Ferreira Da Silva (Embrapa Milho E Sorgo). A publicação aborda informações sobre as características da espécie Amaranthus Palmeri comparativamente a outras existentes no Brasil.

O evento contou com a presença do chefe-geral da Embrapa Soja, José Renato Bouças Farias, do diretor-presidente do Iapar e presidente do Conselho Nacional dos Sistemas Estaduais de Pesquisa Agropecuária (Consepa), Florindo Dalberto e do pesquisador da Embrapa Soja e presidente da 36º Reunião de Pesquisa de Soja, Alvadi Antonio Balbinot Junior. Balbinot destacou a enorme procura por participação no evento, que reúne mais de 500 participantes e 85 trabalhos publicados no livro de resumos. “Isso ilustra a qualidade técnica da programação, assim como a necessidade do público por informações consistentes e imparciais, visando o aumento da rentabilidade e da sustentabilidade da cadeia produtiva da soja no Brasil”, afirma.

Farias ressaltou que a produtividade de soja brasileira cresce a cada ano, o que mostra a eficiência da cadeia produtiva. “Existe um mito de que a produtividade de soja está estagnada, mas, na verdade, vem crescendo 1,4% ao ano, impactando positivamente na produção brasileira”, diz.

Além disso, Farias destacou que a Embrapa vem se debruçando em apresentar soluções para os diferentes desafios que precisam ser incrementados no sistema de produção de soja. Entre eles estão: a crescente resistência de pragas, doenças e plantas daninhas aos produtos químicos; a necessidade de aprimorar o plantio direto na palha e de melhorar a qualidade dos grãos produzidos, entre outros.

A Reunião de Pesquisa de Soja conta com palestras e painéis sobre temas relacionados aos sistemas de produção em que a soja é produzida; relatos sobre o comportamento da cultura da soja por região e apresentação de trabalhos técnico-científicos nas comissões técnicas.

Mais informações pelo site do evento: www.rps2017.com.br.

 

PORTAL DO AGRO NEGÓCIO