[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 7 de julho de 2017

Milho: depois de passar a madrugada no negativo, Chicago opera no positivo de olho no clima:

A atenção sobre a produtividade do milho americano, cada vez mais questionada pela falta de umidade, fez virar para o positivo os contratos na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta sexta (7), depois de saírem do pregão da madrugada em recuo na esteira do fechamento da véspera.

Por volta das 9h35 (Brasília), as variações estão entre 3 e 3,50 pontos, com o julho a US$ 3,83 o bushel, o setembro a US$ 3,93 e o dezembro a US$ 4,06.

As operações da quinta foram marcadas mais pela liquidação das posições compradas dos fundos, que venderam 6 mil contratos da commodity, conforme a tela do CME Group, depois de seis dias de altas.

Nesta passagem dos negócios no último dia da semana, o portal Agriculture resume a situação que sustenta as leves altas: “o clima quente e seco continua a flagelar as planícies do norte e pouca precipitação é esperada na região pelo menos na semana que vem”.

Os mercados também deverão seguir oscilantes na margem de estabilidade, hora de um lado hora do outro da tabela, na espera do relatório mensal de oferta e demanda que o USDA deverá solta dia 12, na visão do site francês Agritel.

BM&F Bovespa;

Somente os contratos de setembro apresenta negócios às 9h40, em R$ 25,98, a mais 0,46%.

 

NOTICIAS AGRÍCOLAS