[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 1 de fevereiro de 2017

Crédito agrícola é prioridade para crescimento do setor, diz ministro:

Segundo Novacki, a orientação de simplificar e desburocratizar normas e procedimentos, e garantir crédito com juros baixos é do presidente Michel Temer.

A desburocratização e a oferta de crédito são fundamentais para que a agricultura continue a ser um dos setores mais importantes da economia brasileira, afirmou o ministro interino do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, durante a abertura nacional da colheita da safra da soja 2016/2017, em Ponta Porã (MS).

Segundo Novacki, a orientação de simplificar e desburocratizar normas e procedimentos, e garantir crédito com juros baixos é do presidente Michel Temer. “Toda vez que se investe no setor agrícola, que se libera crédito, há um ganho para o País, porque criamos mais empregos e aquecemos a economia”, disse.

No ranking mundial, o Brasil é o primeiro exportador de soja e o segundo maior produtor. A previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é de que a colheita alcance 103 milhões de toneladas.

Plano Agro+

No ano passado, o Ministério da Agricultura lançou o Plano Agro+, para desburocratizar as normas e tornar os procedimentos mais rápidos. De acordo com Novacki, estados e municípios têm aderido à iniciativa do governo federal, lançando versões locais do programa.

O Rio Grande do Sul foi o primeiro a lançar sua versão do Agro+ e São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins anunciarão em breve seus planos.

Em sua visita a Mato Grosso do Sul, Novacki ressaltou, ainda, a relação transparente do Mapa com o setor produtivo. “Temos uma interlocução direta com a cadeia produtiva do agronegócio. Analisamos todas as demandas que recebemos, não deixamos nenhuma delas na gaveta”.

PORTAL DO AGRO NEGÓCIO