[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 2 de dezembro de 2016

MT Fomento passa a se chamar Desenvolve MT e visa atração de novos investimentos:

MT Fomento passa a se chamar Desenvolve MT e visa atração de novos investimentos

A Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (MT Fomento) passou a se chamar Desenvolve MT. O governador Pedro Taques sancionou nesta semana a Lei Complementar 581/2016 que altera a denominação e composição da agência, que visará à prospecção e atração de novos investimentos, bem como a participação em investimentos e apresentação das potencialidades do Estado em feiras e eventos de negócios. A Desenvolve MT atuará com linhas de crédito voltadas para micro e pequenas empresas, incluindo agricultura familiar e prefeituras.
A criação da Agência Desenvolve MT foi aprovada pelos deputados estaduais de Mato Grosso em outubro. O objetivo do Governo de Mato Grosso com a nova agência, como o Agro Olhar já comentou, é unificar o atendimento das políticas públicas para o desenvolvimento econômico do estado.
A Desenvolve MT seguirá o exemplo de agências de desenvolvimento de estados como São Paulo, Bahia e Minas Gerais.
“A Desenvolve MT tem o escopo para fomentar empreendimentos empresariais, não apenas ser uma plataforma de apresentação. Já temos algumas iniciativas para captação de investimentos externos em andamento, com o auxílio da Desenvolve MT. Entre outras ações que visam o comércio exterior e a atração de investimentos para Mato Grosso, como por exemplo, do mercado chinês já para o próximo ano”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Tomczyk.
Além de reforçar a prospecção e atração de novos investimentos, a agência, segundo a Sedec, irá trabalhar no receptivo de empresários, ou seja, dará apoio aos potenciais investidores na interlocução com órgãos públicos, com o objetivo de facilitar o processo de tomada de decisão e de implantação de novos empreendimentos no estado.
A Desenvolve MT continuará tendo como foco prioritário o atendimento às micro e pequenas empresas e ao microempreendedor individual (MEI) do comércio e indústria e expandirá a carteira de clientes com a oferta de crédito para produtor rural enquadrado em uma dessas categorias de empresas.
“O desafio é melhorar o ambiente de negócios em Mato Grosso, promovendo a captação de investimentos para que possamos tornar nosso estado um local de oportunidades e negócios”, reforça Tomczyk.

AGRO OLHAR