[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 23 de novembro de 2016

EUA consolidam produtividade de soja acima de 3.000 quilos por hectare

EUA consolidam produtividade de soja acima de 3.000 quilos por hectare.

A liderança fica com os Estados Unidos, cujas estatísticas apontam para um recorde de 3.520 quilos. Essa produção já está praticamente garantida, uma vez que a colheita norte-americana está terminando.

Este será o terceiro ano em que os norte-americanos conseguem uma produção média acima de 3.000 quilos por hectare. Em alguns Estados, a produtividade supera os 4.000 quilos.

O Brasil poderá também ter produção superior a 50 sacas nesta safra. As estimativas iniciais do Conab apontam para até 3.045 quilos, em média. Se tudo der certo, e o país realmente atingir essa produtividade, será a primeira vez que terá uma média superior a 3.000 quilos.

Em 2015, bateu na trave, faltando alguns quilos para esse patamar.

Os principais Estados produtores devem ajudar a puxar essa média para cima. O Paraná deverá atingir 3.840 quilos por hectare, acima dos 3.754 quilos de Mato Grosso, o líder nacional em volume produzido.

A Argentina, terceiro maior produtor mundial de soja, ainda tem o desafio de chegar aos 3.000 quilos nesta safra. O plantio está atrasado, e a produtividade, por ora, ainda é estimada abaixo das 50 sacas por hectare.

Há 40 anos, no entanto, o cenário era outro. Enquanto Brasil e Estados Unidos lutavam para atingir 2.000 quilos por hectare, a Argentina já somava 2.160 quilos.

Há 20 anos, os EUA somavam 2.527 quilos por hectare, acima de Brasil (2.299) e Argentina (1.806).

Folha demais

A soja tem mais folha do que precisa, segundo pesquisa feita nos Estados Unidos. Cientistas, após removerem um terço das folhas da planta, constaram um rendimento 8% superior.

Mais sol;

A remoção das folhas permite uma entrada maior de sol na planta e uma necessidade menor de água, segundo Praveen Kumar, professor da Universidade de Illinois.

Plantio;

AgRural e Safras & Mercados já apontam um plantio de soja próximo a 75% da área a ser destinada ao produto. Nos Estados líderes em produção, Mato Grosso e Paraná, as máquinas já avançaram em pelo menos 90% da área.

PORTAL DO AGRO NEGÓCIO