[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 25 de novembro de 2016

Eleições da Famato terão participação de “Juntas Governativas” nesta sexta-feira, denuncia Chapa 2:

Foto: Montagem Aprosoja e Olhar Direto

Eleições da Famato terão participação de ''Juntas Governativas'' nesta sexta-feira, denuncia Chapa 2

Sindicatos Rurais filiados a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), em estado regular ou irregular, vão as urnas nesta sexta-feira, 25 de novembro, para eleger o novo presidente da entidade. A votação envolverá a participação das chamadas “Juntas Governativas”, quando o sindicato rural não conseguiu realizar em tempo hábil sua eleição e está sob o comando de outras pessoas, podendo até ser funcionário da própria federação, o que é considerado “ilegal”.

A votação terá início às 8h, com previsão de encerramento às 14h. Segundo a Chapa 2 – “Renovação e Transparência”, encabeçada pelo produtor de Sinop Antônio Galvan, somente nesta quinta-feira, 24, às vésperas da eleição para o triênio 2017/2019 o atual presidente da entidade Rui Prado informou que todos os sindicatos Rurais filiados – regulares e irregulares (que não realizaram eleição interna ainda em 2016 em caso de termino de mandato) estariam aptos para votar nesta sexta-feira, o que inclui os administrativos por juntas governativas, decisão esta que fere o Estatuto e o Regulamento Eleitoral.

Leia mais:

Eleição da Famato pode ter novo “cabo de guerra” entre Galvan e Corral

Duas chapas formalizaram candidatura para as eleições da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) para o triênio 2017/2019. O “cabo de guerra” será entre o atual vice-presidente da entidade Normal Corral e Antônio Galvan que é presidente do Sindicato Rural de Sinop.

Ao todo quatro Sindicatos Rurais em Mato Grosso não realizaram suas eleições em 2016 diante o termino do mandato de suas respectivas diretorias. Três destes Sindicatos, revela Antônio Galvan ao Agro Olhar, são comandados “por pessoas ligada a atual gestão da Famato e um Sindicato por um funcionário da federação”.

“Em 2013 não tivemos a participação de “Juntas Governativas” e agora decidiram que terá. Vamos pedir impugnação na abertura da urna e dependendo do número de votos até mesmo à anulação na Justiça dos votos referentes a estes quatro Sindicatos Rurais”, afirma Galvan.

Ainda de acordo com a Chapa 2, em 14 de outubro deste ano, quando houve a reunião para o sorteio da Comissão Julgadora dos recursos administrativos para esta eleição tais “Juntas Governativas” haviam sido excluídas daquela escolha, comprovando desta forma que as mesmas não possuem legitimidade para representar os Sindicatos em questão em eleições.

“Apesar desta situação, estou confiante com o resultado. Estamos trabalhando há muito tempo para estas eleições”, pondera Galvan.

O atual presidente da Famato e presidente da Comissão Eleitoral, Rui Prado, por meio da assessoria de imprensa da entidade, informou à reportagem do Agro Olhar que “a Comissão Eleitoral  está cumprindo tudo conforme manda o Estatuto”.