[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 20 de junho de 2016

Ministro da Agricultura defende transparência e mais diálogo com setor produtivo:

Maggi fez questão e ressaltar a importância de ouvir os setores durante o processo.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, se reuniu nesta sexta-feira (17) com o Grupo de Trabalho da desburocratização, que está fazendo um levantamento sobre os procedimentos normativos que podem ser alterados para agilizar os processos dentro da Pasta. Maggi fez questão e ressaltar a importância de ouvir os setores durante o processo.

“A ideia desse grupo é dar uma resposta para quem está pedindo algumas mudanças”, afirmou o ministro, destacando a importância de que seja estabelecido uma relação de transparência entre o setor público e os produtores e os consumidores.
Blairo Maggi disse que quer ouvir cada um dos setores produtivos sobre as sugestões de mudanças em relação aos procedimentos do Ministério. “Vamos trazer o pessoal e deixar que eles falem e digam o que acham que há em demasia, o que não deveria ter. Vamos ouvir e, em alguns casos, vamos concordar com as mudanças ou convence-los de que não deve ser mudado por isso ou aquilo”.
A intenção de Maggi é fazer com que a relação entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o setor produtivo – os clientes da pasta – seja muito boa. Para ele, isso somente será possível com um diálogo aberto e transparente.
O ministro Blairo Maggi reconheceu que alguns pontos da legislação que estão obsoletos ou são desnecessários e que precisam ser modernizados. “A minha intenção aqui é buscar uma alternativa para que a gente possa tirar aquilo que está em excesso”, assinalou. Ele chamou atenção também para o fato de que a agilidade não pode comprometer a qualidade.
Outro ponto destacado pelo ministro durante a reunião com o grupo de trabalho, é com relação a importância de que todos possam trabalhar com espírito de equipe. “Nós somos um time e temos que jogar todos para o mesmo lado. Não me interessa quem vai marcar gol”.
O Grupo de Trabalho foi criado há duas semanas para avaliar os procedimentos e normas internas que podem ser modificados para desburocratizar o processo de trabalho do Ministério. Nos primeiros 30 dias será realizado um levantamento para diagnosticar os gargalos existentes. Após esse levantamento, os técnicos apresentarão sugestões para alteração de instruções normativas, procedimentos internos e até portarias da pasta.

FONTE: CENÁRIO MT