[email protected] (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 16 de junho de 2016

Inauguração do CT de Campo Verde aborda insetos-pragas:

O bicudo-do-algodoeiro e as medidas tomadas para o controle da maior praga do algodão brasileiro serão abordados em uma das estações do Dia de Campo que será realizado amanhã (dia 17), durante a inauguração do Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Centro, em Campo Verde (139 quilômetros do sul de Cuiabá).

Dois entomologistas do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), Eduardo Barros e Jacob Crosariol Netto, estarão recebendo os visitantes na Estação 4, onde falarão sobre o bicudo e também sobre outras pragas que atacam as lavouras de algodão e de outras culturas que integram o sistema produtivo do Cerrado.

Barros é coordenador do projeto Controle Efetivo do Bicudo e vai apresentar as ações realizadas, entre elas, a formação dos Grupos Técnicos do Algodão (GTAs) nos diversos núcleos regionais de produção algodoeira. Os GTAs propõem um debate franco entre pesquisadores, consultores, produtores e seus colaboradores sobre questões como destruição de restos culturais do algodoeiro e formas de controlar a pressão do bicudo e de outras pragas nas fazendas.

Jacob Netto, por sua vez, vai falar sobre lagartas-praga e mosca-branca. “Vou apresentar dados sobre o efeito da utilização de cultivares Bt em relação aos principais lepidópteros desfolhadores e os resultados do uso de inseticidas para o controle da mosca-branca”, afirmou.

O Dia de Campo do Algodão deste ano coincidirá com a inauguração oficial do Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Núcleo Regional Centro, em Campo Verde. Este será o terceiro CT a ser inaugurado pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) e pelo IMAmt, após a entrada em operação dos CTs dos Núcleos Regionais Norte (região de Sorriso) e Sul (região de Rondonópolis). Outros dois CTs estão sendo construídos nos núcleos regionais Médio Norte (região de Campo Novo do Parecis) e Noroeste (região de Sapezal), e todos deverão estar funcionando até o final deste ano.

A programação do Dia de Campo 2016 inclui cinco estações e seguirá até meio-dia, quando terá início a solenidade de inauguração do novo CT. Vários temas serão abordados durante o evento, tais como manejo de destruição de soqueira, alternativas para segunda safra (mamona), novas ferramentas para o programa de Melhoramento do IMAmt, projeto de Qualidade de Fibra de Mato Grosso, controle biológico, posicionamento de variedades do IMAmt e parcerias Nos CTs.

FONTE: DIÁRIO DE CUIABÁ