sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 13 de abril de 2018

PARA COMPENSAR TARIFAS, USDA DEVE COMPRA PRODUTOS AGRÍCOLAS:

Medida é forma de atenuar perda de mercado de produtores.

Com a ameaça da China em colocar tarifas de 25% nos produtos americanos, o presidente Donald Trump afirmou que fará com que os produtores “sejam muito mais fortes do que são agora” e que as medidas chinesas não lhe afetarão. O secretário adjunto de agricultura, Steve Censky, anunciou separadamente que o Departamento da Agricultura dos Estados Unidos (USDA) está considerando opções que incluem compras de commodities.

“Nós temos amplos poderes lá”, disse Censky aos Jornalistas Agrícolas Norte-Americanos. Trump instruiu o USDA na semana passada a montar um plano para defender os produtores do impacto das tarifas chinesas. “Estamos olhando para todas as opções, mas o USDA não resolveu nenhuma questão particular”.

Os produtores podem ser ajudados de várias formas pelo USDA. Grãos, soja e algodão são beneficiados com subsídios rurais, que geralmente são gerados com preços de commodities em queda. Os pecuaristas já não são agraciados com programas similares que trazem assistência. A chamada sessão 32 compra excessos de commodities para doação. O USDA também compra produtos para distribuição em programas escolares de nutrição. E o departamento possui uma ampla autoridade para criar programas e gastar dinheiro através do Commodity Credit Corp, às vezes chamado do banco do USDA.

Trump em uma reunião de gabinete chamou os produtores rurais de “grandes patriotas” e disse “que vamos acompanhá-los e fazê-los muito mais fortes do que são agora”.

AGRO LINK