sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 6 de março de 2018

Soja abre semana em alta em Chicago:

Mercado reagiu fraco à informação de que houve chuvas insuficientes na Argentina.
 O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na segunda-feira (05.03) alta de 6,50 centavos de Dólar no contrato de Maio/18, fechando em US$ 10,775 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT

também fecharam a sessão com valorizações entre 6,00 e 6,50 pontos.

O mercado norte-americano da soja abriu a semana com ganhos nos principais contratos futuros, mas sem a mesma força da última sexta. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, sem novidades no quadro de oferta e demanda além daquelas já conhecidas, o mercado reagiu fraco à informação de que houve chuvas insuficientes na Argentina.

De acordo com a AgResource, este começo de semana na CBOT até trouxe uma tentativa de pressão nos preços, principalmente da soja: “No entanto, o retor­no da demanda especulativa voltou com peso por volta do meio dia, aqui em Chicago. Fundos de investimento se posicionam fortemente no lado da compra, com a recente história altista para os preços, sobre a seca na Argentina. Contudo, este posicionamento não é otimista para o Mercado, uma vez que estamos prestes a entrar em um novo foco fundamental: o cenário da safra norte-americana”.
“Além do mais, a ad­ministração de Trump impôs tarifas sobra a importação de aço e alumí­nio para os Estados Unidos. Tal medida tem gerado tensões comerciais, que já são especuláveis nos bastidores do Mercado. Chineses alertam a retaliação nas importações de commodities agrícolas, que poderão afe­tar a matriz de demanda da soja. A ARC alerta, que caso tais conflitos se intensifiquem há a possibilidade de uma concentração ainda maior na busca por soja sul-americana, sustentando os prêmios de compra”, completam os analistas.