sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 12 de março de 2018

Preço da soja despenca nos EUA:


Realização de lucros ainda foi reflexo dos números do relatório do USDA.
 O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (09.03) forte baixa de 24,75 centavos de Dólar no contrato de Maio/18, fechando em US$ 10,2925 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 24,25 e 24,75 pontos.

O mercado norte-americano da soja despencou com fortes perdas nos principais contratos futuros no fechamento da semana. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a realização de lucros ainda foi reflexo dos números do relatório do USDA do dia anterior, que trouxe uma produção de soja acima do projetado até mesmo pela Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

De acordo com a AgResource, as incertezas sobre o comér­cio mundial têm colocado uma mentalidade de aversão ao risco nos futuros das commodities agrícolas: “O presidente estadunidense, Trump, afirmou a implementação das tarifas na importação do aço e alumínio, em 25% e 10% respectivamente. A repercussão desta nova me­dida é indireta para o Mercado de grãos. Gigantes da demanda mundial já ameaçam a retaliação contra a decisão de Trump. A especulação teme alguma reação chinesa sobre a soja norte-americana, impulsionando o movimento da retirada do Mercado”.

A ARC lembra que fundos de inves­timento possuem posições compradas recordes na soja, e que o tensiona­mento no lado da baixista dispara a reversão em manada de tais posições, neste caso efetuando a venda. “Além do mais, os mapas climáticos para a Argentina voltaram a trazer chuvas expressivas para algumas regiões-chaves. A especulação não se atenta às possibilidades de recuperação, ou não, da safra. Só aproveitam o momento para realizar lucros recentes”, concluem os analistas.