sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 6 de março de 2018

Argentinos aceleram venda de soja:

Argentinos aceleram venda de soja.
Produtores aproveitam desvalorização da moeda.

Com uma espera para vendas que parecia infinita, os produtores de soja da Argentina consideraram o momento atual ideal para vender soja com uma desvalorização do Peso e uma redução gradual dos impostos de exportação que começou em Janeiro.

Dados da Administração Federal de Receitas Públicas (AFIP), o fisco argentino, a arrecadação por direitos de exportação, que somente são pagas no caso da soja, aumentaram 424,7% em fevereiro na comparação com mesmo período do ano anterior e 54,3% a mais que Janeiro. O valor chegou a AR$ 5,6 bilhões.

A maior parte dessa receita veio dos pellets de soja com um valor AR$ 4,9 bilhões ou 666% a mais que o ano anterior, seguido por azeite de soja com AR$ 654 milhões e grãos de soja com AR$ 27 milhões ou 28,3% a mais.

Segundo a Afip, a desvalorização do Peso em 27,2% contribuiu com esse resultado bem como a melhora dos preços de soja durante os últimos meses. A arrecadação através de importações, puxada por uma maior abertura comercial da Argentina, também cresceu – cerca de 51% para AR$ 6,4 milhões no período.

O crescimento da economia argentina levou que a arrecadação de impostos total no mês passado a subir 37,7% em um cenário onde a inflação foi de aproximadamente 23%. O crescimento mesmo comparando ao mesmo mês de 2017, quando havia um programa de repatriação de capitais. Ações contra a sonegação, especialmente no setor de carne, com forte atividade, também ajudaram o resultado do mês de fevereiro de 2018.
O setor da economia argentina de maior crescimento foi o de mineração.