sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 22 de fevereiro de 2018

Meta-análise de 21 anos revela benefícios de milho OGM:

Análise foi de 6 mil publicações.
Entre os principais cultivos geneticamente modificados comercialmente produzidos em 26 países, o milho tem maior número de eventos aprovados e é o segundo maior cultivo, depois da soja, em termos de adoção global. Apesar disso, os riscos e benefícios do milho transgênico ainda estão sendo debatidos e há preocupações sobre a sua segurança.

Os pesquisadores italianos Elisa Pellegrino, Stefano Bedini, Marco Nuti e Laura Ercoli publicaram uma meta-análise de uma literatura revisada sobre a produtividade de 1996 a 2016. A análise se estendeu a novos parâmetros, incluindo a qualidade de grãos, organismos sem alvos no nível familiar, organismos alvo e a decomposição da biomassa do solo, permitindo uma avaliação do desempenho do campo para o milho transgênico.

Entre as 6.006 publicações que foram examinadas pelos pesquisadores, somente 76 foram elegíveis para a meta-análise. A meta-análise dos 21 anos de dados do campo do impacto agro-ambiental do milho transgênico mostra que os benefícios em termos de rendimento e qualidade e o decréscimo do inseto alvo Diabrotica spp.
A análise demonstra que o milho transgênico tem menos micotoxinas e não afeta muitos insetos benéficos. Há um modesto ou nenhum efeito na abundância de insetos não-alvo, sugerindo nenhum efeito substancial na diversidade da comunidade de insetos. Há uma forte evidência de que o milho transgênico reduz o conteúdo de micotoxina, que leva um aumento em renda e qualidade de produção e reduzir a exposição a micotoxinas, portanto reduzindo os ricos â saúde.