sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 17 de janeiro de 2018

Chuvas trazem alívio na Argentina:

Chuvas podem diminuir perdas.

As chuvas do final de semana em áreas secas da chamada Núcleo da Argentina ajudou os produtores a finalizar o plantio de soja, segundo a especialista agroclimática do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária da Argentina (INTA) Natália Gattinoni. Produtores tem estado preocupados que condições excessivamente secas no Norte da província de Buenos Aires bloqueando o plantio de soja em algumas áreas. As informações são da agência Reuters.

“Na parte central e no Norte do país foram chuvas significativas, mas inconsistentes. Algumas áreas tiveram um volume importante de chuvas. Algumas áreas tiveram um nível importante de chuvas enquanto que em outras não”, afirmou Natália.

Por exemplo, partes da província de Córdoba e o importante município de Junín no Norte na província de Buenos Aires recebeu mais de 50 milímetros de chuvas, acrescentou ela. Os produtores mais ao Sul não tiveram a mesma sorte.

“Choveu um pouco na parte norte do país no final de semana. Não choveu aqui, mas nós já plantamos toda a soja que planejávamos semear”, disse Fernando Meoli, um produtor do sul da província de Buenos Aires, que contou com 20 milímetros de chuva e conseguiu terminar o plantio na semana passada.

A Argentina deve colher 52 milhões de toneladas de soja nesta safra, segundo a Bolsa de Comércio de Rosario. A previsão anterior era de 52 milhões de toneladas.

AGRO LINK