sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 19 de julho de 2016

INSUMOS: Vendas de fertilizantes no Brasil registraram alta de 11,9% em junho:

As entregas de fertilizantes das misturadoras às revendas do país voltaram a crescer em junho.

 

Levantamento divulgado na última terça-feira (12/07) pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) indica que as vendas do insumo no Brasil registraram alta de 11,9% na comparação com o mesmo mês de 2015, para 2,986 milhões de toneladas, um recorde para o período.

Primeiro semestre- Com isso, no acumulado do primeiro semestre do ano, as entregas estão 12,6% maiores que no mesmo intervalo de 2015, com um total de 13,18 milhões de toneladas. Em nota, a Anda informou que essa elevação deriva da “forte antecipação de compras” de adubos pelos agricultores do país.

Fatores – O aumento da demanda para milho safrinha, café e cana­de­açúcar, e a antecipação nas entregas para a safra de grãos de 2016/17, que começará a ser plantada apenas em setembro, levaram a um crescimento de 13,7% nas entregas de fertilizantes potássicos, para 2,09 milhões de toneladas em 2016.

Nitrogenados – Entre os fertilizantes nitrogenados houve uma alta de 9,7% no primeiro semestre, para 1,74 milhão de toneladas, enquanto entre os fosfatados o incremento foi de 8,7%, também para 1,74 milhão de toneladas.

Principais destinos- Mato Grosso permaneceu como o principal destino das vendas de fertilizantes, com 2,99 milhões de toneladas, seguido por Paraná, com 1,84 milhão, e São Paulo, com 1,50 milhão.

Intermediários – A produção nacional de fertilizantes intermediários, por sua vez, recuou 2,2% no primeiro semestre, para 4,27 milhões de toneladas, embora tenha subido 3,7% em junho, a 775,8 mil toneladas.

Importações – Já as importações caíram 16,9% no mês passado, a 1,98 milhão de toneladas, mas nos seis primeiros meses do ano houve um ligeiro aumento de 0,2%, para 9,74 milhões de toneladas.

FONTE: PORTAL DO AGRO NEGÓCIO