sementes.petrovina@petrovina.com.br (66) 2101-4000 Acesso Restrito

Notícias e Novidades

publicado em 24 de fevereiro de 2016

Revisão no milho aponta alta de 608 mil toneladas em Mato Grosso:

Revisão no milho aponta alta de 608 mil toneladas em Mato Grosso

Assim como a soja, os novos números para o milho apontam um crescimento em 608 mil toneladas à produção da 2ª safra. Um salto de 19,361 milhões de toneladas para 19,970 milhões no comparativo com as perspectivas passadas para o ciclo 2015/2016. O principal contribuinte é o aumento da área em 108 mil hectares. A produtividade segue com uma estimativa de 95,5 sacas por hectare.
Ao se comparar com a 2ª safra de milho 2014/2015 constata-se uma expansão de 5,4% na área, diante os 3,306 milhões de hectares semeados no ciclo passado. Entretanto, devido aos problemas climáticos, estima-se recuo de 10,7% na produtividade de 106,9 sacas por hectare para 95,5 sacas. Isso derrubará a produção da 2ª safra 2015/2016 em 5,8% no comparativo com a 2014/2015, de 21,205 milhões de toneladas para 19,970 milhões.
As novas perspectivas foram apresentadas nesta semana pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Segundo o Instituto, o bom ritmo dos trabalhos de plantio, somando aos preços atuais do cereal, contribuíram para o aumento da área destinada ao milho.

Essa é a quinta estimativa de safra do milho divulgada pelo Imea para o ciclo 2015/2016. A entidade revela ter observado ampliação de área em todas as regiões de Mato Grosso tanto no comparativo com as perspectivas de janeiro, quanto aos dados consolidados da safra passada.

Hoje, a saca de 60 quilos do milho em Mato Grosso custa em média R$ 24,16, sendo encontrado entre R$ 22,60 em Ipiranga do Norte e R$ 26,95 em Alto Araguaia.

FONTE: AGRO OLHAR